quinta-feira, 20 de maio de 2010

Zeca e Joca em: O Aniversário de Zeca.

Nossos velhos e bons amigos, Zeca e Joca estavam comemorando, era aniversário de %$&$ anos de Zeca e o pessoal lá do abrigo para idosos resolveram comemorar. O aniversariante ganhou vários presentes, do Seu Chico Raimundo ganhou uma dentadura nova, da Dona Feliciana um livrinho de orações e da sua própria filha ganhou um radinho de pilha novo e do seu genro um estoque de um ano de fraudas geriátricas.

Depois mandar seu genro enfiar as fraudas naquele lugar e recomendar a sua fillha que o levasse para a puta que o pariu e desejar ardentemente que o diabo o carregasse, foi a vez de receber o presente de seu velho e bom amigo. Joca.

Joca meio tímido, coisa que não era lá de seu feitio trouxe-lhe um embrulho e o deu de presente. Disse que era coisa pouca, uma besteirinha, mas que era de coração. Zeca ligeiramente emocionado aceitou de bom grado o presente. Abriu o pacote e achou um bom bocado de cuecas.

_ Joca meu cumpadi. Tava mesmo precisando. Muito obrigado.

_ Que é isso Zeca. Bobagem.

Uma semana se passou e Zeca realmente achara confortaveis aquelas cuecas, foi até Joca lhe perguntar onde tinha comprado, pra conseguir mais alguns exemplares.

_ O Joca, onde tu comprou essas cuecas. São confortavel que só. Acho até que vou comprar mais algumas.

_ Rapaz, compra mermo, é baratinho. Toma aí o endereço.

Lá foi Zeca comprar suas cuecas novas. Mas quando chegou na loja.

Grife do Zé Ruivão: Roupas Usadas.

_ Roupas usadas. - disse desolado nosso velho. - Ah como eu odeio aquele caduco de merda!

Equanto isso lá no asilo.

_ O Joca. Tu comprou mermo cueca usada pro Zeca.

_ Comprei nada seu Chico Raimundo, acha que eu ia gastar dinheiro com isso. Peguei das suas mesmo.

_ Vixe cumpádi. Mas tu num sabe que tenho incontenencia urinária?

_ Imagine quando ele descobrir. hehehehehe

FIM.

Gildson Góes.

P.S.
Pois é senhores. Eles voltaram.
Postar um comentário