sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Caindo a noite (solo)










Vinde minha dama, a noite já vem

O sol se põe, a hora corre.

E corre tu minha dama querida

A canoa vai zarpar e tudo vai ficar pra trás

Tudo o que a vida tem.

Vem minha dama que o dia já morreu

Tudo o que resta são fagulhas nas nuvens

A noite chegou, nossa vida segue agora

Céu, estrelas e lua sobre nós e esse rio irá nos guiar

Além do mar...

Um dia teremos raízes na terra

Mas hoje temos asas para voar.

Postar um comentário