quinta-feira, 18 de setembro de 2008

A Balada de Chico Moreno e o Bicho Feio - Canto Segundo

II-Chico Moreno

Era lá seu Chico Moreno
Temido assassino, famoso jagunço
Se botava o dedo no gatilho
Tava encerrado o assunto.

Não havia cemitério na região
Onde não houvesse sepultado
Algum coitado infeliz
Que Seu Chico tivesse matado

Na cama, dizem as moças
Era ele como um rei
Dizem ainda, que era bem dotado
Mas isso eu não sei.

O que sei é que causava medo como o cão
Na arma, na faca ou na mão
Homem, frangote ou machão
Querendo, ele derrubava no chão.

Não tinha medo de nada
Qualquer fera da mata enfrentava
Matava onça era na dentada
Seu calcanhar nem cobra picava

Morava em local afastado
Num varadouro escuro de dar medo
Lá não pisava bicho do mato
Mas sobrava assombração
Pra matar infeliz assustado

A casa de Seu Chico tinha história esquisita
Dizem que o pai,
Tinha matado a filha mais a amiga
A amiga tinha esquartejado
Da filha abriu a barriga
No dia seguinte encontraram a mãe
Comendo carne de defunto cozida

Seu Chico gostou da história
Quem lhe contou foi o guarda de polícia.
Pegou o facão e abriu caminho no mato
E na casa assombrada fez moradia

Esse era seu Chico moreno
Assassino impiedoso
Humano nenhum com ele podia
Só a besta fera com ele se atrevia

Mas Seu Chico era justo
Matava qualquer um
Pelo devido custo

Como uma vez um garoto melado
De lama, areia e barro
Chegou caído por terra
Pedindo pra ter seu pai vingado.
Pois este fora mais um
A Seu Chico encomendado
Chico moreno ouviu atento
Ao pedido do coitado.

_ Valdomiro o maldito – disse o jovem-
Encomendou a morte de meu pai
Por sua mão e por seu tiro!
E agora para me vingar
Venho aqui prostrado em joelhos
A morte dele encomendar

_ Pois estou de disposto a aceitar
Disse seu Chico Moreno –
Mas como pensa em me pagar?

_ Só posso lhe pagar
Oferecendo meus serviços
Até minha dívida cessar.
Mas lhe adianto que serei fiel
Nem a morte me fará recuar
Nem dinheiro ou benefícios
A minha honra irá manchar

Assim Seu Chico ganhou
Um escudeiro de verdade
E a Valdomiro matou
Com requintes de crueldade.

Essa era sua Profissão
Assassino alugado
Fosse honesto ou ladrão
Ele matava se lhe tivessem pagado.
Postar um comentário