domingo, 20 de novembro de 2016

Pink Floyd: os primeiros anos

O Pink Floyd é uma banda de várias facetas. Começou em meados dos anos 60 carregando o nome de dois blues mans, porém fazendo um som psicodélicos que misturava rock, jazz, o próprio blues e várias outras viagens sonoras inclassificáveis. Eram guiados pelo gênio de Sid Barret e ao longo de seus primeiros anos lançaram uma série de materiais que não entraram na discografia oficial da banda.

Isso tudo foi antes da fase mais pomposa da banda, que compreende o lançamento de The Dark Side of the Moon à The Wall basicamente, época em que o Floyd se tornou uma máquina de lotar estádios e fazer dinheiro. Época também, dos show grandiloquentes, cheio de efeitos e luzes, que tiveram sua representação máxima nos shows megalomaníacos de The Wall, uma turnê que praticamente acabou com a banda. Essa fase se tornou o rosto do Pink Floyd para o mundo.

A época anterior, entretanto, foi bem diferente, shows pequenos clubes, menos dinheiro e menos efeitos, mas muita música e principalmente muita viagem inspirada em alucinógenos e criatividade. Foi um época de composições mais curtas, mas nem por isso menos inspiradas. Essa fase é que o está retratado num recente box lançado pela banda, que também conta com uma versão para os serviços de streaming.

Não sou muito fã desses lançamentos caça niqueis
, mas esse é bastante interessante, por ser completo e conter muitas músicas fora da discografia oficial que não são exatamente fáceis de encontrar por aí. Abrange toda a época do inicio da banda até o disco Obscured By Clouds, anterior a Dark Side, ou seja, toda a fase menos famosa da banda. É muito bacana ouvir raridades como Embryo, Point Me At The Sky, as músicas que a banda compôs para um filme chamado Zabriskie Point, além de primeiras versões como Nothing, prévia de Echoes. Um perfil do Pink Floyd antes de ser o Famoso Pink Floyd.

Recomendo.
Postar um comentário